O que um comercial sobre Caverna do Dragão ensina sobre a importância do marketing de conteúdo

Feito para despertar a memória afetiva de uma geração de brasileiros que tem hoje entre 30 e 45 anos (potencial público consumidor do produto Kwid Outsider), o comercial da Renault é uma brilhante peça de marketing de conteúdo por conta de pelo menos dois aspectos.

O primeiro deles está na ótima ideia de criar um final para Caverna do Dragão: o desenho animado de 27 episódios se tornou ainda mais célebre porque o último capítulo jamais foi produzido. Por meio do comercial, a Renault propôs um criativo final “não-oficial” para a jornada dos seis amigos que, após entrarem em uma montanha-russa de um típico parque de diversões norte-americano, acabam parando em um reino mágico no qual se transformam em super-heróis e vivem muitas aventuras enquanto tentam voltar pra casa.

A segunda característica que torna o comercial tão eficaz é o bom uso das técnicas mais clássicas de produção de conteúdo relevante. Como já expliquei neste artigo, marketing de conteúdo é um método de marketing que tem como objetivo gerar resultados (vendas) para uma marca por meio da entrega de conteúdo relevante para um ou mais segmentos-alvo.

Para desenvolver esse conteúdo relevante, uma marca pode usar principalmente duas técnicas. A primeira delas é o conteúdo útil, no qual a marca mostra como e por que seu produto/serviço pode fazer a diferença na vida do cliente. A segunda técnica é o storytelling, por meio do qual a marca conta uma história para destacar a relevância de um produto/serviço ou relatar a sua própria trajetória (algo que costuma funcionar bem porque reforça o propósito de qualquer empresa).

Quando uma marca consegue unir conteúdo útil e storytelling de forma inteligente em uma mesma peça de marketing de conteúdo, temos uma espécie de “tempestade perfeita”: é exatamente o que aconteceu com o comercial da Renault e o que explica o seu sucesso.

Se você prestou atenção no filme acima, pôde perceber que a Renault foi além de simplesmente contar uma boa história em poucos minutos. Ela também destacou os atributos de seu produto de forma criativa – como no momento em que o personagem Presto faz uma mágica e põe o GPS do Kwid Outsider para funcionar, abrindo o portal para os garotos voltarem finalmente pra casa. A sacada funciona muito bem do ponto de vista dramático e também serve para destacar os atributos do veículo, reforçando o posicionamento do produto, “Deixe o impossível para trás”. Isso é muito mais eficaz para fortalecer a marca do que colocar qualquer celebridade para dizer que “o modelo X está em promoção nas lojas Renault”. Concorda?

fonte: Stefan Ligocki



WhatsApp chat